segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

2 regionalismos avulsos


Estes (regionalismos?) não vieram de livros, mas de terem sido ouvidos, em conversa. Por alguém (A. de A. M.) que costuma deles tomar nota, e que mos transmitiu, depois. Assim:
1. De provável origem minhota: indejar, com o significado de agitar, abanar. Por exemplo: "Não indejes a garrafa de Vinho do Porto!"
2. De proveniência beirã: condesilhar, significando tratar com cuidado ou desvêlo.

6 comentários:

  1. Complicados. :)
    Miss Tolstoi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos a ver se eu consigo memorizá-los..:-)

      Eliminar
  2. Tb os acho complicados. Acho que memorizá-los não vou conseguir, mas talvez os identifique se me voltarem a aparecer. :)
    Bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O indejar talvez o memorize...

      Eliminar
    2. Fui checar 'condesilhar', que é reconhecível, talvez com ligeiro desvio semântico.
      Explico-me. A.M.Pires Cabral, grande poeta (não desfazendo...), regista 'condesilha' - eu escreveria 'condecilha' (com 's' não dá valor 'z'? - no seu monumental 'Língua Charra', 2 vols.1200pp.
      Sign. 'estimação, cerimónia'.
      Donde, 'condecilhar', talvez o dito, mais, quiçá, tratar com respeito, estima, consideração, cerimónia...
      Dicant paduani.

      Eliminar
    3. Agradeço a sua visita e achegas. Também eu prezo A. M. Pires Cabral.
      Entre o "s" e o "z", não tenho opinião formada, mas dei todo o crédito a quem me passou a informação sobre estes 2 regionalismos. Ouvidos de prática oral.

      Eliminar