segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Uso pessoal 14


De facto, nunca virei a saber a razão exacta que torna tão popular e visitado o antigo poste, do Arpose, "Heidegger, sobre um quadro de Van Gogh" (23/1/2013). Se a reprodução da célebre tela das cansadas e camponesas botas do pintor holandês, se as sábias e humanas palavras do filósofo alemão. Inclino-me, no entanto, para a imagem, por várias razões. Que os nómadas ligeiros e aéreos, que pululam na net, não gostam de perder tempo com palavras e leituras. Creio que, muitos deles, são até analfabetos funcionais.
Estes meus velhíssimos e desgastados sapatos de pala, em imagem fotográfica, confesso à puridade que me acompanham há duas ou três décadas - nunca juntei coragem para os deitar fora. Acusam longa vida, mas ainda os uso por casa ou em brevíssimas surtidas exteriores que, por curtas, não chegam para envergonhar-me perante os meus semelhantes mais atentos e observadores...
Sinto-me bem com eles: são cómodos, dão-me bom andar, são seguros, flexíveis q. b., e nem preciso de apertar ou desatar os atacadores quando os calço ou descalço. Em suma, que poderia eu querer mais?


Nota: para os devidos efeitos, tenho a declarar que este poste não é uma geminação da sofisticada temática "Elegâncias", que a MR costuma publicar no seu Prosimetron.

8 comentários:

  1. Como é que uns sapatos tão decentes poderiam entrar nas minhas Elegâncias?! Podem não ser sofisticados à maneira de Vuitton e outros, mas são uns mocassins, o estilo de sapato que eu prefiro. E quanto mais velhos melhores. :)
    Ali empoleirados no muro da varanda foi uma sorte não terem caído. :)
    Boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A HMJ ficou em cuidados, quando eu pus os sapatos no murete, para o retrato..:-)) Mas correu tudo bem, e ainda me hão-de servir por uns anos!
      Uma boa semana, também!

      Eliminar
  2. Também sou assim. Cuido muito bem dos meus sapatos e botas para me durarem anos. :-) Roupa,idem.
    Boa tarde!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um bom hábito, sobretudo nos tempos que correm...
      ( Ia não conseguindo responder-lhe: ando com problemas com a internet e o Blogue. Temos que convencer-nos que estamos na pré-história destas tecnologias...)
      Uma boa noite!

      Eliminar
  3. Este Arpose pode trazer sempre uma surpresa!.
    E já sorri, ao ver um par de sapatos debruçados
    numa varanda.
    O que nos agrada e dá bem estar, é sempre de conservar.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A fotografia de HJM era mais clássica..:-) Mas eu arrisquei o equilíbrio instável, na foto..:-)) Felizmente, que não havia vento.
      Estamos de acordo.
      Retribuo os seus votos, cordialmente!

      Eliminar
  4. sempre gostei muito da expressão aplicada à descrição de um bom par 'dão bom andar' como se o trabalho fosse deles, como se nos carregassem eles, sapatos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ..mas que ajudam, ajudam, às vezes, muito.

      Eliminar