segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Citações CCXV


E, porque acabei há pouco as Memórias..., de José-Augusto França, e vou encetar, finalmente, a leitura da biografia da rainha Victoria, de Lytton Strachey, aqui deixo, em jeito de despedida, umas das últimas palavras desse livro:
"...Telefone portátil tem vantagens e desvantagens, como o chapéu de chuva, e se, levados pelas facilidades, agora descobrimos que temos muitas coisas a dizer uns ao outros, pelas ruas fora, sem tempos de repouso, é também porque somos muitos, senão demais. E também porque, em crises civilizacionais de identidade, o portátil dá a muitíssima gente segurança (ou ilusão), de existir. Ter «blogs», enviar «e-mails» ou chilreios («tweets»), pelo menos neste caso permite supor que quem for capaz de redigir uma mensagem de 140 signos não é inteiramente estúpido. ..."

2 comentários: