segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Marcadores 27


O marcador é pobrezinho. Pois é, mas que se há-de fazer: A cavalo dado, não se olha o dente - vinha no interior do livro de que falei no poste anterior. Quanto à qualidade do "poema" que lá vem, por caridade, o melhor é nem dizer nada...

4 comentários: