quarta-feira, 15 de junho de 2016

Pinacoteca Pessoal 114 (pouco canónica)


Deixemos os "bifes", que também cansam, com o seu brexit. Passemos aos teutónicos, que estão de pedra e cal, nesta caranguejola da CE. Até porque lhes convém, sobretudo a Leste...
Não me recordo como cheguei ao nome de Thomas Schütte, pintor e sobretudo escultor, nascido em Oldenburg (Alemanha), em 1954, presentemente a trabalhar em Düsseldorf.
Desenhos seus e aguarelas ilustraram alguns livros, mas foi através da escultura que o seu nome se destacou no panorama artístico germânico. Alguma ironia atravessa as suas obras, alguma preocupação figurativa, bem como o interesse pela condição humana contemporânea. Deixo em imagem a obra Mulher de Bronze III, executada em 1998, e ainda os Inimigos Unidos I e II, no Central Park, em Nova Iorque.


4 comentários:

  1. Não conhecia. Parece interessante vou procurar mais :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A obra, acessível, não é muita, mas tem coisas interessantes.

      Eliminar
  2. Gostava de ver as outras Mulheres de Bronze, que a III parece um frango. :-)
    Mas gostei das esculturas de Central Park.
    Inté!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que o homem faz, parece-me bem feito e original.

      Eliminar