quarta-feira, 2 de março de 2016

Pinacoteca Pessoal 110


Não sendo um grande inovador, o pintor húngaro Mihály Munckácsy (1844-1900), nascido na Ucrânia, veio a falecer em Bona (Alemanha), aureolado de fama e considerado como o mais importante pintor magiar do século XIX. Era quase tão célebre quanto era, na Europa, o também húngaro compositor e pianista Franz Liszt, que foi retratado por Munckácsy, pelo menos duas vezes (na juventude e na velhice).
Os seus quadros privilegiam cenas colectivas e de grupo, mas é também importante a componente religiosa (de cariz católico) da sua obra. Muito sugestiva é também  a sua tela intitulada "O poeta cego Milton ditando o Paradise Lost a suas filhas". Que deixamos em imagem final.


4 comentários:

  1. Conhecia o retrato de Liszt, mas não me lembro do pintor. Devo ter visto quadros seus nos museus de Budapeste.
    Bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu creio que o Pintor estará um pouco esquecido, a nível europeu.
      Bom dia!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Vale a pena conhecer-lhe a obra.
      Bom dia!

      Eliminar