domingo, 14 de setembro de 2014

2 haiku de Verão


Sobrevoando um cravo
uma borboleta branca -
ou alma alucinada.

Masaoka Shiki
(1867-1902)
...

A luz que se apaga,
frescas estrelas vão
entrando pl'a janela.

Natsume Sôseki
(1865-1915)

4 comentários:

  1. Eu também gostei, mais do primeiro...
    Boa tarde!

    ResponderEliminar
  2. São sempre um "flash", estes pequenos poemas japoneses, mas que, por vezes, tiram boas fotografias..:-))

    ResponderEliminar