quinta-feira, 15 de junho de 2017

Impromptu (32)


A pulverização dos partidos (ditos, clássicos), vista pelo olhar acerado de Plantu, no jornal Le Monde.

4 comentários:

  1. Plantu é um dos meus cartoonistas favoritos, cujo humor gosto imenso (vejo no Le Monde), mas este ano em Paris descobri um belo livro de "poche" da Points, dedicado na totalidade a François Hollande intitulado "The Best of Hollande", que revela a análise bem lúcida que Plantu foi fazendo ao longo do mandato de François Hollande, uma personagem que nos dias de hoje até parece que nunca existiu.
    Bom Feriado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, realmente, um notável cartoonista com um traço inconfundível e um humor atentíssimo à política francesa.
      Não sabia do livro, mas acompanhei a sua actividade refrescante, por Le Monde.
      Faço minhas as suas palavras sobre a "inexistência" de Hollande que, no entanto, contribuiu danosamente para a pulverização e aniquilamento da social-democracia gaulesa.
      Retribuo os votos, cordialmente.

      Eliminar