sexta-feira, 20 de julho de 2018

Retro (99)


Livros há com pedigree. Pela sua rareza, estão normalmente adornados com ex-libris, anotações ou marcas de posse manuscritas e, por aí, ficamos a saber o nome dos seus anteriores proprietários ou as mãos por que passaram. Outras vezes, e sendo edições normais ou modestas, no interior da obra existem rastos e pequenos sinais que permitem identificar alguém que, com elas, tivesse tido contacto.
Foi o caso recente. Num conjunto de revistas que comprei, no interior de uma delas, inesperadamente, fui-me deparar com um postal de 1965, vindo de Sófia (Bulgária) e enviado para Lisboa, em Novembro desse ano já longínquo da Guerra Fria... Assim fiquei a saber o nome do muito provável anterior possuidor das revistas, que comprei no alfarrabista.

7 comentários:

  1. Pai das manas Avillez e a morada é o Palácio do Conde de Vimioso.
    Bom dia!

    ResponderEliminar
  2. Tenho um livro que um alfarrabista fez com algumas das coisas que encontrou dentro dos livros. Muito interessante!
    Que tenha mais surpresas destas! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, muito agradeço a identificação do proprietário e sua morada, que teria sido o anterior dono das "Revistas de Occidente", algumas das quais ainda se encontravam por abrir...
      Obrigado pelos seus votos.
      Bom dia.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. É verdade: há horas felizes..:-)
      Boa tarde.

      Eliminar
  4. Interessante!

    MR, o livro de que fala está à venda? Há-de colocar no Prosimetron, se for possível!

    APS, peço desculpa por estar a utilizar o seu espaço para falar com a MR:)

    Um bom dia para todos:)

    ResponderEliminar